Single Blog

Programa de imposto de renda 2020 liberado

março 6, 2020, Written by 0 comment

Os contribuintes terão até 30 de abril para entregar a declaração

A temporada para a entrega da declaração do imposto de renda está aberta! Assim como acontece todos os anos, o preenchimento gera bastante confusão. Por isso, separamos algumas informações para sanar as dúvidas e evitar quaisquer imprevistos.

O IR é o Imposto sobre Rendimento, cobrado anualmente em alíquotas e pode variar de acordo com os ganhos de cada cidadão. Neste ano, o prazo para a entrega da declaração é de 2 de março até 20 de abril. Para preencher o documento, é possível utilizar o aplicativo IRPF, por meio do celular, ou fazer o download do Programa IRPF no computador.

Devem declarar:

  • Trabalhadores brasileiros que tiveram um rendimento tributável superior a R$ 22.847,76;
  • Rendimentos tributáveis ou não tributáveis direto da fonte superior ao valor de R$ 40.000,00;
  • Trabalhadores rurais com receita bruta anual superior ao valor de R$ 142.798,50;
  • Cidadãos que, até o fim do ano anterior, passaram a ter posse de bens cujo o valor ultrapassou o valor de R$ 300.000,00;
  • Pessoas que obtiveram ganho de capital sobre alienação de bens e direitos;
  • Cidadãos que tiveram operações na bolsa de valores, mercados futuros ou atividades parecidas;
  • Brasileiros do setor rural que queiram realizar compensação de prejuízos e perdas nos anos passados;
  • Aqueles que se oficializaram como cidadãos brasileiros, residentes no país no último mês do ano anterior.

Estão isentos:

  • Brasileiros que possuem renda ligada à aposentadoria, pensão ou reserva/reforma (para militares);
  • Portadores de algumas doenças específicas (AIDS, Esclerose múltipla, Hanseníase, Paralisia, Tuberculose, entre outros).

É preciso fornecer detalhes sobre:

  • Dívidas e ônus reais;
  • Pagamentos efetuados;
  • Bens e direitos recebidos;
  • Doações já realizadas;
  • Importações;
  • Imposto pago e retido;
  • Rendimentos;
  • Dependentes;
  • Outras rendas.

Todos esses dados precisam ser claros e precisos para não cair na malha fina da Receita. O procedimento é fundamental para evitar fraudes e os critérios para detectá-las estão cada vez mais rigorosos.

Restituição

O primeiro lote da restituição será pago em 29 de maio. Os seguintes em 30 de junho, 31 de julho, 31 de agosto e 30 de setembro. Aqueles que entregarem a declaração com antecedência, poderão ser restituídos nas primeiras datas.

uriel

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *